segunda-feira, 22 de março de 2010

Aquele que dizem que fica para sempre

Foste o meu primeiro amor.
No meio de vidas adolescentes, os nossos sentimentos andaram desencontrados, ora eu gostava de me perder a olhar para ti, ora sabia, porque o teu olhar me dizia, que podias perder-te comigo.
Numa noite, entre copos e coisas que se dizem sem saber, eu adivinhei-nos o futuro, "Um dia vai acontecer". E numa outra noite, já menos adolescentes mas com os mesmos olhares, perdemo-nos num beijo apaixonado que foi o primeiro de muitos.
O tempo passou, até hoje não me perdoo porque não sei com precisão quanto tempo nem com clareza como vivemos cada dia, mas passou e eu tenho a certeza que fui feliz contigo. Recordo conversas, discussões, lágrimas, telefonemas, saudades, abraços e arrepio-me porque me lembro do tanto que sentia nesta nossa relação.
Porque éramos tão novos e tão inocentes e era muito bom poder viver assim, mesmo sabendo que o amanhã seria o nosso hoje - porque eu sabia - que tu és grande e que as pessoas grandes precisam de agarrar o mundo enquanto os outros se confortam a viver nele.
Já não sei bem em que altura, seguimos os caminhos que as nossas outras vidas nos traçaram. E crescemos. E crescemos mesmo, porque eu hoje sinto o peso do tempo que já foi.
Hoje, que conversamos como se o passado fosse ontem - obrigada, soube bem - despedimo-nos com saudades. Minhas, tuas, e, porque não?, nossas, no nosso tempo.

"E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não te metas por uma ao acaso, senta-te e espera. Respira com a mesma profundidade confiante com que respiraste no dia em que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silêncio e ouve o teu coração. Quando ele te falar, levanta-te e vai para onde ele te levar."
"Vai aonde te leva o coração", Susanna Tamaro

sexta-feira, 19 de março de 2010

Tiago Bettencourt & Mantha - O Jogo

"Tudo o que é meu é tudo o que eu não sei largar

Queres levar tudo o que é meu e tudo o que eu não sei largar..."

quarta-feira, 17 de março de 2010

terça-feira, 16 de março de 2010

500 Days of Summer

Summer: I woke up one morning and I just knew.
Tom: Knew what?
Summer: What I was never sure of with you.

domingo, 7 de março de 2010

Hoje, há um ano atrás II

Vim morar para esta casa.

Deste ano, aqui, recordo entre tantas outras coisas...
- As primeiras noites, na companhia da minha irmã
- O 'baptismo' com as minhas miúdas e um brinde com espumante em cada canto da casa
- Um bonsai que não sobreviveu
- Uma noite em branco
- Conversas à mesa com sabor a vinho bom
- Lágrimas, muitas
- Sorrisos, muitos
- Silêncios
- Alguns monólogos
- Uma sensação imensa de bem-estar, de conforto, de paz

Em momento nenhum me senti só.
Aqui, na 'minha' casa, sou realmente feliz.

quinta-feira, 4 de março de 2010


Lisboa, Março 2010

Declaração de Amorizade

"Tu és eu melhorada...
Porque eu sou a pessoa que mais amo no mundo! E tu és ainda melhor que eu!
"

Palavras da G., minha Amiga do coração, que tem destes momentos deliciosos!...

E o que vais inventar amanhã?

Ontem resolvi fazer limpeza a fundo ao meu quarto e quarto de banho. Entusiasmei-me e fui à cozinha também. Quando cheguei à cama não podia das costas.
Hoje decidi ir ao Ikea e no meio das compras veio uma estante que montei cheia de vontade assim que acabei de jantar. Parei agora. Já preparei a botija de água quente mas até tenho medo de ir para a cama...

Tudo isto depois de um dia de trabalho, claro está...